canabidiol

Canabidiol

7 perguntas comuns que as pessoas sempre fazem sobre o Canabidiol

Há muitas dúvidas entre os brasileiros sobre o uso do canabidiol no tratamento de doenças diversas, como o câncer, doenças psiquiátricas, autismo, Doença de Parkinson, entre outras. O desconhecimento e a falta de investimentos em pesquisas do gênero no Brasil deixam o país atrasado quanto ao fornecimento de medicamentos que contenham a substância a milhares de pacientes – diferentemente do que ocorre em outros países. É também o desconhecimento que leva às polêmicas quanto à proibição do seu uso. Vejamos 7 perguntas muito comuns sobre o canabidiol e conheça seus benefícios e vantagens.

O que é o canabidiol?

O canabidiol (conhecido como CDB) é uma substância canabinoideexistente na folha da Cannabis sativa, a planta da maconha. Não possui efeitos psicoativos ou dependência. O seu uso tem sido feito em medicamentos para problemas variados, ou seja, na diminuição da ansiedade, na ação antipsicótica, neuroprotetora, anti-inflamatória, antiepilética e agir nos distúrbios do sono, no tratamento de doenças degenerativas, e em muitos outros contextos.

O canabidiol é o único composto químico da Cannabis sativa?

Não, já foram constatados 483 diferentes compostos químicos da cannabis. Para a grande maioria destes, o efeito medicinal ainda não é conhecido. A maioria das pesquisas se concentra em apenas alguns destes compostos e seus efeitos sobre o cérebro.

O canabidiol é usufruído quando uma pessoa fuma maconha?

Não, o canabidiol é um medicamento feito a partir da planta da maconha, Cannabis Sativa. É produzido a partir de substâncias selecionadas da planta, não apresenta riscos de causar vício, dependência ou criar alterações psicológicos como a maconha natural.

Por que no Brasil há tantas restrições quando ao uso do canabidiol?

Porque até pouco tempo, o canabidiol era considerado uma substância derivada da maconha, e justamente por isso, seus produtos eram considerados drogas ilícitas. Especialistas e a própria Anvisa alegava que careciam novos estudos e modificações legais para que os brasileiros portadores de doenças que tiveram resultados positivos em seus tratamentos com o canabidiol pudessem de fato usufruir da substância. Foi a pressão popular que fez com que o uso fosse liberado de modo restrito e analisado nos últimos anos.

Medicamentos à base de canabidiol são proibidos?

Em 2015, a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária retirou o canabidiol da lista de substâncias de uso proscrito. Contudo, mesmo com a reclassificação do canabidiol, sua importação continuará sendo controlada pela Anvisa, mas a substância perde a deixa de ser ilegal.

É preciso ter receita para consumir ou importar estes medicamentos?

Além de prescrição médica, é preciso ter autorização nos órgãos regulamentadores brasileiros, seja a compra ou importação. Para que seja feito contato com a FarmaUSA, você deverá possuir a prescrição (receita médica) em mãos, pois a mesma comprova sua legalidade para adquirir o medicamento, contendo inclusive o CRM (Cadastro Regional Médico) que o receitou. Veja neste link o passo a passo para a aquisição de medicamentos à base de canabidiol.

Quais os benefícios do canabidiol? Em que casos ele é usado?

Para se ter uma ideia, além do canabidiol (CBD), há outros compostos que são usados em diferentes tratamentos. Vejamos os mais conhecidos e as suas diferenças:

  • CBD (canabidiol): Não é psicoativo e é utilizado em problemas de ansiedade, artrite, dor crônica, depressão, diabetes, síndrome de Dravet, epilepsia, glaucoma, Doença de Huntington, a esclerose múltipla, dor neuropática, Doença de Parkinson e esquizofrenia, entre outros.
  • THC (tetrahidrocanabinol): É proveniente da queima ou extração em óleo. É utilizado no tratamento de diversas doenças como a Esclerose Lateral Amiotrófica – ELA ou ALS (doença de Lou Gehrig), contra os efeitos da artrite, os efeitos secundários da quimioterapia, a Doença de Crohn, a dor crónica, fibromialgia, neuropatia periférica relacionada com o HIV, Doença de Huntington, a incontinência urinária, Doença de Alzheimer, apneia do sono e Síndrome de Tourette, entre outras.
  • THCA (ácido tetrahydrocannibinolic): É o produto fresco da planta e não é psicoativo. Estudos demonstram vantagens em tratar doenças sem que a planta passe por processamentos, seja de queima ou secagem, já que muitos compostos úteis são eliminados nestes processos. Os estudos ainda são bem recentes, mas apresentam bons resultados no tratamento de Lupus e outros distúrbios do sistema imunológico crônicos.

Se você precisa de algum medicamento que necessita ser importado, consulte nossa equipe pelo chat e tire todas suas dúvidas.

Gostou do artigo? Deixe um comentário a seguir!

4 thoughts to “Canabidiol”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *